Livros Nómadas do Sangue, no Centro de Memória

O Centro de Memória de Vila do Conde, foi no passado dia 05 de Abril de 2014, o palco escolhido pelo poeta João Rios para apresentar a sua mais recente inspiração poética “Livros Nómadas do Sangue”. Uma obra constituída por versos indóceis, animais domésticos, subtraídos ao teatro do mundo pelo seu autor. Recolha de vozes, vitualhas de gestos desmedidos pela pulsão que sustenta os itinerários das relações de poder. Neste seu nono livro, João Rios traça um breve compêndio do nomadismo da crueldade que pelo sangue estabelece as premissas do entenebrecido festim com que os homens envergam, não raras vezes, as múltiplas e escondidas faces do beatismo das boas intenções. Perante uma plateia intimista, João Rios acompanhado à guitarra por José Peixoto deu voz a alguns dos poemas que compõe os “Livros Nómadas do Sangue”.

Livros Nómadas do Sangue
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s