Pátio, o covil dos poetas

Abril com a poesia às portas que a cegueira quer trancar. Aconteceu na noite de 25 de Abril no café Pátio em Vila do Conde, covil onde o Colectivo Silêncio da Gaveta experimentou uma vez por mês, durante alguns anos, a partilha da palavra poesia.

Imagem

em primeiro plano o poeta João Rios,

no segundo plano José Peixoto o irmão da Guitarra.

Fotografia de Luís Paiva
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s